makegoodart

Faça boa arte

May 31, 2012

Quando você começa na carreira de artes, você não faz idéia do que está fazendo. Isso é ótimo.
Mas se você tem uma idéia do que você tem que fazer, vá e faça. Às vezes isso é muito mais difícil do que parece, e algumas vezes é mais fácil do que se possa imaginar. Normalmente há coisas que você precisa fazer antes de chegar ao local onde você quer estar. Eu gostava de desenhar histórias em quadrinhos, escrever novelas e dramas. Então, me tornei um jornalista. Porque aos jornalistas, é permitido fazer perguntas e simplesmente ir atrás de descobrir como o mundo funciona, e além disso, para fazer estas coisas, eu precisava escrever. E escrever bem. E eu estava sendo pago para saber como escrever, economicamente, com clareza, algumas vezes sob adversidades e com prazo. Algumas vezes vai ser quase impossível saber se o que você está fazendo é certo. Vai ser preciso balancear suas metas e esperanças, alimentando-se, pagando contas, achando trabalho. Ajeitando-se com o que puderem conseguir. Uma coisa que funcionou para mim era imaginar aonde eu queria estar. Que era ser um autor, primariamente de ficção, escrevendo bons livros, bons quadrinhos, bom drama, e vivendo de meus trabalhos. Imaginava isso como uma montanha. Uma montanha distante. Meu objetivo. E eu sabia que enquanto caminhasse em direção à montanha, tudo estaria bem. (Continue ouvindo o discurso de Gaiman no video abaixo, está em inglês).

Neil Gaiman é um escritor estadunidense. Este texto foi retirado do discurso que ele fez para a Universidade de Artes de Filadelfia.

Veja também esta ilustração da Zen Pencils, de onde descobri o texto.

E quando as coisas ficarem difíceis, eis o que você pode fazer:
Faça.
Boa.
Arte.

Faça o que apenas você pode fazer de melhor.
…Faça boa arte.

%d bloggers like this: